6 mudanças de hábitos no supermercado que vão te ajudar a economizar

6 mudanças de hábitos no supermercado que vão te ajudar a economizar

7 abril 2015, 18:30
News
0
99

Você costuma ir ao supermercado para comprar "apenas alguns itens", mas acabam saindo com a maior parte de seu salário comprometido?

Se a resposta foi sim, existem algumas mudanças simples de hábitos que podem ajudar a economizar dinheiro nas compras do mês. Confira abaixo seis dicas do site LearnVest:

1- Faça uma lista Antes de ir ao supermercado prepare uma lista com os itens que você pretende comprar e evite cair em tentações como aquelas promoções “Pague 1 e Leve 2”. Dessa forma, além de trabalhar a disciplina, também evita desperdícios com produtos que não serão consumidos.

2- Pegue um carrinho Ao invés de pegar uma cesta para carregar as compras, escolha um carrinho. Apesar de ser maior e dar a impressão de que você vai comprar mais, o carrinho, na verdade, te ajuda a economizar. Uma pesquisa publicada no Journal of Marketing Research descobriu que o cesto torna os consumidores mais propensos a comprarem itens extras desnecessários. Isso porque o ato de querer “se livrar” da cesta pesada o mais rápido possível no caixa pode deixar o consumidor ansioso e mais tendencioso a ter gratificações instantâneas, como as guloseimas que ficam próximas ao caixa.

3- Descontos Aproveite os descontos que os supermercados oferecem. Nos Estados Unidos é muito comum as lojas oferecerem cupons de desconto, já no Brasil as redes costumam cobrir ofertas das concorrentes.

4- Fome ou sono Uma pesquisa publicada na Proceedings of the National Academy of Sciences mostra que as pessoas que fazem compras com fome, estão mais suscetíveis a fazer compras por impulso. Além disso, outros levantamentos mostram que pessoas que fazem compras entre as 16h e 19h, ou seja, antes do jantar compram mais itens de alto teor calórico do que aqueles que foram à loja no início da tarde, depois do almoço. Pessoas que fazem compras com sono ou cansadas também estão suscetíveis ao impulso de compras, pois estão com menos recursos cognitivos.

5- Estação Você vai encontrar as melhores ofertas dos produtos, principalmente agrícolas, que estão na temporada. Vale lembrar também que os produtos de “final de feira” tendem a ser mais baratos, pois os comerciantes querem acabar com o estoque. No entanto, alguns produtos podem ficar muito caros por conta da alta procura. Por exemplo, na época do Natal e Ano Novo, o preço de frutas como cereja, romã e lichia dispara, assim como o valor das nozes.

6- Prateleiras Estudiosos revelam que os produtos que ficam nas prateleiras ao nível do olho do consumidor costumam ser mais caros. Os melhores valores de produtos similares podem ser encontrados nas prateleiras mais altas ou mais baixas, por isso não deixe de fazer uma varredura visual antes de colocar o produto no carrinho.

Compartilhe com os amigos: