Bolsas asiáticas fecham em alta após novas medidas de estímulo do BCE

Bolsas asiáticas fecham em alta após novas medidas de estímulo do BCE

23 janeiro 2015, 15:46
News
0
46

As bolsas asiáticas fecharam em alta nesta sexta-feira, após o Banco Central Europeu (BCE) anunciar ontem novas medidas de estímulo numa tentativa de reavivar a economia da zona do euro e afastar o perigo de deflação.

Na China, o índice Xangai Composto subiu 0,3%, a 3.351,76 pontos, encerrando uma semana de muita volatilidade com perda de 0,7%. Na segunda-feira, o Xangai despencou 7,7%, após o governo anunciar medidas para conter a concessão de empréstimos de margem, que alimentou o rali do mercado chinês no ano passado.

O BCE agradou os investidores ao anunciar que pretende comprar cerca de 1,1 trilhão de euros em ativos - principalmente bônus soberanos - entre março deste ano e setembro de 2016, como parte de um programa de relaxamento quantitativo (QE, na sigla em inglês), que já foi testado nos EUA, no Reino Unido e no Japão, mas que é inédito na zona do euro.

Contribuiu para o apetite por ações na Ásia a notícia de que o índice de gerentes de compras (PMI) industrial da China - medido pelo HSBC - avançou para 49,8 na prévia de janeiro, de 49,6 na leitura final de dezembro. O dado abaixo de 50,0, porém, indica que o setor manufatureiro chinês continua se contraindo, ainda que em ritmo mais moderado.

Em Hong Kong, o índice Hang Seng avançou 1,3%, a 24.849,68 pontos, enquanto em Taiwan, o Taiex mostrou alta de 1,1%, a 9.470,94 pontos. Em Seul, o índice sul-coreano Kospi teve ganho de 0,79%, a 1.936.09 pontos, e nas Filipinas, o PSEi saltou 1,8% em Manila, encerrando o dia no nível recorde de 7.548,93 pontos.

Na Oceania, a bolsa australiana também reagiu com alta significativa aos estímulos monetários anunciados na Europa. O índice S&P/ASX 200, que reúne as ações mais negociadas em Sydney, subiu 1,5%, a 5.501,80 pontos. A valorização foi generalizada: a mineradora BHP Billiton, por exemplo, avançou 1,8%, enquanto o Commonwealth Bank of Australia, maior banco do país, registrou ganho de 1,2%. Com informações da Dow Jones Newswires.

Compartilhe com os amigos: