Petróleo cai após anúncio de acordo prévio sobre programa nuclear do Irã

Petróleo cai após anúncio de acordo prévio sobre programa nuclear do Irã

3 abril 2015, 15:33
News
0
124

Os contratos futuros de petróleo fecharam em queda após o anúncio de que o Irã e potências mundiais chegaram a um consenso sobre as questões cruciais para um acordo nuclear. Um entendimento entre esses países pode resultar na suspensão das sanções impostas contra o Irã e, assim, levar o petróleo iraniano de volta aos mercados, que já sofrem com excesso de oferta.

O petróleo para maio negociado na Nymex encerrou a sessão em queda de 1,89% (US$ 0,95), a US$ 49,14 por barril, acumulando alta de 0,6% na semana. O Brent para o mesmo mês recuou 3,76% (US$ 2,15), para US$ 54,95 por barril, com declínio de 2,6% na semana. Amanhã não haverá negócios com os contratos em razão do feriado de Sexta-Feira Santa.

Os dois contratos operaram em queda durante todo o dia e ampliaram as perdas depois da divulgação de um comunicado sobre as negociações entre as potências mundiais e o Irã. Segundo o comunicado, foram alcançadas soluções sobre os parâmetros cruciais para um acordo nuclear final, que deve ser fechado até o dia 30 de junho. No entanto, o mesmo documento diz que as sanções dos EUA e da União Europeia contra o Irã só serão reduzidas depois que o país implementar as medidas definidas hoje.

O Irã, que tem 10% das reservas mundiais de petróleo bruto, viu sua capacidade de produção e exportação ser bastante prejudicada pelas sanções contra o país. As exportações iranianas caíram de 2,5 milhões de barris por dia em 2011 para 1,1 milhão de barris por dia em 2013, de acordo com dados do Departamento de Energia (DoE) dos EUA.

Analistas dizem que o Irã possui entre 20 milhões e 35 milhões de barris de petróleo em estoque que pode liberar imediatamente se as sanções forem suspensas. No entanto, há dúvidas sobre com que rapidez o país poderia aumentar a produção de seus campos.

Enquanto isso, alguns analistas preveem uma diminuição do excesso de oferta de petróleo no segundo semestre deste ano. Muitas companhias já anunciaram redução nos investimentos e cortaram o número de plataformas que perfuram novos poços. Dados divulgados hoje pela empresa de dados do setor Baker Hughes mostraram que a quantidade de plataformas em atividade nos EUA caiu pela 17ª semana seguida, para 802. Fonte: Dow Jones Newswires.

Compartilhe com os amigos: