CRISE DO BES ALCANÇA Á BENFICA

CRISE DO BES ALCANÇA Á BENFICA

12 agosto 2014, 05:07
Paulogabi
0
49

“O desmantelamento do Banco Espírito Santo gerou uma cascata de afetados, entre os quais se incluí o maior e mais popular clube do futebol português, o Benfica, que vê assim desaparecer a entidade que era uma das suas vias de financiamento”.

Depois de sacudir as bases da operadora Portugal Telecom, os tentáculos financeiros do antigo banco familiar são agora mais visíveis sobre o clube com mais sócios – 200 mil de acordo com números oficiais – e mais titulado em Portugal, com 33 campeonatos conquistados”, é desta forma que os media espanhóis associam a crise do BES com a venda de praticamente todos os titulares do clube da Luz nesta pré-temporada.

O Benfica e o BES mantinham uma estreita relação e um exemplo dessa proximidade, é o Benfica Stars Fund, um fundo de investimento de percentagens de passes de futebolistas que nasceu em outubro de 2009, com participação do clube e gerido pela Espírito Santo Fundos de Investimento Mobiliário (ESAF). Ao vender percentagens de futebolistas a terceiros, que buscam beneficiar de uma verba numa futura transferência para outra equipa, este fundo garantiu, de acordo com este media espanhol, 45 milhões de euros e repartiu milhões em benefícios. 

“Esta prática não é exclusiva do maior clube português, já que o Sporting Clube de Portugal e o Futebol Clube do Porto também usaram instrumentos financeiros semelhantes ao Benfica Stars Fund”. Desta forma, estas receitas permitem, e citando fontes, “compensar os valores, ainda baixos, relativos a receitas de bilheteira, camisolas, publicidade e direitos televisivos”.

Compartilhe com os amigos: