Dólar se alinha ao exterior e abre em alta, cotado a R$ 2,59

Dólar se alinha ao exterior e abre em alta, cotado a R$ 2,59

26 janeiro 2015, 17:00
News
0
37

O dólar começou a semana em alta ante o real, em linha com a valorização generalizada da moeda norte-americana no exterior. Essa recuperação reflete em parte a vitória do partido opositor esquerdista Syriza nas eleições gerais realizadas ontem na Grécia, o que embute cautela aos negócios globais. Após abrir com alta de 0,31%, a R$ 2,5900, o dólar à vista no balcão era negociado a R$ 2,5920 (+0,39%), às 9h20.

Aqui, o ajuste positivo também representa uma realização de lucros, após as perdas acumuladas pelo dólar, que ainda somam 2,45% em janeiro até hoje, devido ao fluxo cambial positivo nas duas últimas semanas em razão da retomada da confiança no País depois das recentes medidas fiscais e da nova alta da taxa Selic na semana passada, a 12,25% ao ano. Na BM&FBovespa, a moeda para fevereiro avançava 0,39%, cotada a 2,5920.

Entre os destaques da última hora, o esquerdista Syriza conquistou nesta segunda-feira, 26, o apoio de outro grupo contrário às medidas de austeridade impostas por credores internacionais a Atenas, o que lhe permitirá formar um novo governo. O Partido Gregos Independentes, de direita, anunciou que vai apoiar o líder do Syriza, Alexis Tsipras, para que se torne o próximo primeiro-ministro do país. Tsipras promete renegociar os severos termos dos pacotes de ajuda recebidos pela Grécia, mas afirmou que não tomará nenhuma decisão unilateral contra credores europeus ou o Fundo Monetário Internacional (FMI).

Mais cedo, o boletim Focus, mostrou que as expectativas para o Produto Interno Bruto (PIB) deste ano foram mais uma vez revisadas para baixo. Os analistas esperam agora expansão de 0,13%, de 0,38% na semana passada. Para o ano que vem, projetam crescimento de 1,54%, de 1,80%, na mesma comparação.

No que diz respeito à inflação em 2015, houve uma forte correção em alta, de 6,67% para 6,99% - distanciando ainda mais a taxa do teto do intervalo do regime de metas do governo (6,5%). Para 2016, mediana projetada pelos analistas para a inflação oficial no ano que vem caiu de 5,70% para 5,60%.

Compartilhe com os amigos: