NY: Petróleo fecha em queda com fortalecimento do dólar e excesso de oferta

NY: Petróleo fecha em queda com fortalecimento do dólar e excesso de oferta

28 novembro 2015, 18:05
News
0
111
Os preços do petróleo fecharam em queda, pressionados pelo fortalecimento do dólar e o crescente pessimismo de que o excesso do fornecimento da commodity continue forte.

Na New York Mercantile Exchange (Nymex), os contratos para janeiro fecharam a US$ 41,41 por barril, em queda de US$ 1,33 (3,1%). Na Intercontinental Exchange (ICE), os contratos do petróleo Brent para janeiro fecharam a US$ 44,87 por barril, em alta de US$ 0,60 (1,3%).

Hoje o dólar se fortaleceu em relação a várias outras moedas, como o iene e o euro. Com isso, o petróleo fica mais caro para investidores de outros países. Além disso, os participantes do mercado também veem uma desaceleração do crescimento da demanda - um sinal preocupante para os preços em um mundo onde a produção e os estoques permanecem altos.

"O mercado de petróleo apenas não está apertado", disseram analistas da Wolfe Research. "Não há nada realmente otimista lá fora", completaram.

Os analistas da Wolfe afirmaram que temem que sua previsão de US$ 58,00 para o preço do barril em 2016 esteja muito alta. Para eles, falências e maiores cortes na produção não estão acontecendo na velocidade necessária para mudar o cenário do mercado.

As notícias da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) também não estão ajudando. A Rússia não vai enviar altos oficiais para a reunião do grupo na próxima reunião, de acordo com agências de notícias. Sem a cooperação de outros grandes exportadores, é muito pouco provável que a Opep diminua sua produção, o que pode ser um outro fator de perpetuação dos grandes excedentes da commodity.

Os preços do petróleo passaram a cair no ano passado depois que a Opep embarcou numa estratégia de proteger sua fatia do mercado ao aumentar a produção, apesar do preço em queda.

"O excesso da oferta de petróleo vai continuar no próximo ano, graças a produção resiliente dos EUA, mesmo com os preços caindo, e a alta produção por parte da Opep", disse Michael Wittner, analista de petróleo da Société Générale.

Na semana, o petróleo para janeiro em Nova York perdeu US$ 0,19, em queda de 0,5%. Esta foi a sexta semana de perdas nas últimas sete semanas. O Brent, no entanto, ganhou US$ 0,20, ou 0,4% na semana.

Esses ganhos vieram em grande parte de tensões geopolíticas, depois que a Turquia derrubou um caça russo na região fronteiriça do país com Síria , causando um rali no começo da semana. Mas há pouca indicação de que a turbulência no Oriente Médio esteja afetando a produção. Fonte: Dow Jones Newswires.

Compartilhe com os amigos: