Setor bancário, petróleo e salários nos EUA derrubam bolsas da Europa

Setor bancário, petróleo e salários nos EUA derrubam bolsas da Europa

10 janeiro 2015, 20:58
News
0
62

As bolsas europeias registraram forte perda na sessão desta sexta-feira, 9, pressionadas pelo setor bancário, pela queda nos preços do petróleo e também por dados desapontadores de reajustes salariais nos Estados Unidos. O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em queda de 1,29%, aos 337,93 pontos.

A Bolsa de Madri teve a maior retração nesta sessão, de 3,91%, para 9.719,00 pontos, com as ações do Santander desabando mais de 14%. O mercado reagiu à decisão do banco de emitir novos papéis para aumentar seu capital em 7,5 bilhões de euros.

Analistas do Berenberg dizem apreciar a tentativa do Santander de "romper com o passado" por meio do aumento de capital. Para eles, entretanto, isso prejudica a credibilidade do teste de estresse do Banco Central Europeu (BCE), no qual o Santander confortavelmente passou há dois meses.

"Vemos pressões crescentes em outros bancos para aumento de capital", disse o analista do Berenberg, Nick Anderson, em relatório.

Em Milão, o índice FTSE-MIB fechou em queda de 3,27%, aos 18.177,09 pontos, depois que as operações com ações do Monte dei Paschi di Siena foram suspensas por terem batido o limite de queda permitido. Os papéis do banco italiano caíram mais de 8% nesta sessão.

Em Londres, além das perdas com os papéis do setor bancário, as quedas nas ações das petrolíferas também contribuíram para o recuo de 1,05% do índice FTSE-100, que fechou aos 6.501,14 pontos. O petróleo registra nesta sexta-feira mais um dia de baixa de preços tanto na New York Mercantile Exchange (Nymex) como na Intercontinental Exchange (ICE).

Outro fator que contribuiu para o mau humor dos investidores foi a queda nos salários nos Estados Unidos em dezembro. Steve Englander, estrategista do Citigroup, observou que, embora a taxa de desemprego tenha recuado no mês passado, a maior parte da queda foi devida à saída de profissionais do mercado de trabalho.

Em Frankfurt, o índice DAX caiu 1,92%, para 9.648,50 pontos, enquanto em Paris, o CAC-40 teve desvalorização de 1,90%, aos 4.179,07 pontos. O PSI-20, da Bolsa de Lisboa, baixou 1,21%, para 4.689,30 pontos.

Na semana, a bolsa de Londres caiu 0,71%, Frankfurt perdeu 1,19% e Paris recuou 1,72%. A maior retração foi vista em Madri (-6,10%), seguida por Milão (-4,98%) e Lisboa (-3,48%). Fonte: Dow Jones Newswires.

Compartilhe com os amigos: