Dólar responde com baixa a PIB do Brasil e dos EUA

Dólar responde com baixa a PIB do Brasil e dos EUA

29 maio 2015, 18:00
News
0
76

O dólar à vista no balcão abriu nesta sexta-feira, 29, em baixa numa reação à queda menor do que a mediana das expectativas do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro no primeiro trimestre. A segunda leitura do PIB dos Estados Unidos no mesmo período, divulgada logo depois, também veio melhor que a previsão, e acentuou discretamente a perda da moeda ante o real.

O PIB brasileiro recuou 0,2% de janeiro a março deste ano na margem. A retração ficou dentro do intervalo das previsões coletadas pelo AE Projeções, que ia de -0,10% a -1,60% e foi menor que a mediana, negativa em -0,50%. Na comparação interanual, o encolhimento de 1,6% também foi menor que a mediana (-1,90%, calculada com base no intervalo de -0,80% a -2,60%).

Para o PIB dos EUA, a projeção era de um encolhimento de 1% e o resultado oficial, há pouco, mostrou queda de 0,7% (taxa anualizada). O dado geralmente contribui para ajustes de apostas quando ao início do processo de elevação dos juros nos Estados Unidos. Porém, ainda que mostre fraqueza da economia, o que adiaria a normalização da política monetária, os investidores consideram outros indicadores mais atuais e os discursos de dirigentes do Federal Reserve, dando conta que as taxas do país devem subir em algum momento neste ano.

Às 9h38, o dólar à vista no balcão acelerava discretamente a queda para 0,51%, a R$ 3,1450. O dólar para julho recuava 0,58%, a R$ 3,1785. Fatores técnicos ligados à formação da última Ptax de maio e especulações em torno do montante da rolagem do vencimento de swap cambial de 1º de julho podem adicionar pressão aos negócios ainda hoje.

Compartilhe com os amigos: