Economia do Japão sofre maior revés desde Fukushima

Economia do Japão sofre maior revés desde Fukushima

13 agosto 2014, 17:21
Acaematias
1
45


A economia japonesa registou a maior contracção dos últimos três anos, desde o terramoto e desastre de Fukushima, em 2011, uma reacção à redução do consumo provocada pela subida de impostos em Abril com o objectivo de reduzir a maior dívida mundial.

O PIB encolheu a um ritmo anualizado de 6,8% nos três meses terminados em Junho, segundo fonte oficial. O valor ficou, contudo, abaixo da média dos 37 economistas contactados pela Bloomberg, que previam uma redução de 7%.

Embora o primeiro-ministro Shinzo Abe espere uma recuperação rápida, a economia registou dificuldades em Junho, com a maior queda desde Março de 2011.

"É provável que entre Julho e Setembro se veja uma recuperação", admite Takeshi Minami, economista-chefe do Norinchukin Research Institute. "Mas a queda nos rendimentos e a fraca produção podem pesar na recuperação", acrescenta.

O consumo das famílias caiu a um ritmo anualizado de 19,2% relativamente ao trimestre anterior, enquanto o investimento privado afundou 9,7%.

O aumento de impostos retraiu os consumidores, que têm visto o seu rendimento crescer muito pouco à medida que o custo de vida aumenta. Os preços no consumidor no Japão aumentaram 3,6% em Junho, face ao período homólogo, com os custos dos bens alimentares a encarecer 5,1%.




Compartilhe com os amigos: