União Europeia critica incentivo dos governos latinos a exportações para Rússia, diz ‘El País’

União Europeia critica incentivo dos governos latinos a exportações para Rússia, diz ‘El País’

12 agosto 2014, 12:38
Emberanu
0
50

 A pronta disponibilidade de países da América Latina em vender alimentos para a Rússia, após o rompimento do governo Putin com a União Europeia e os EUA, causou mal-estar na Comissão Europeia. “Podemos entender que produtores e exportadores, empresas privadas em geral, busquem novas oportunidades. A decisão foi consequência direta da crise política entre o país e potências ocidentais, resultante do conflito na Ucrânia. A guerra comercial levou o país a proibir importações de carne, frutas, laticínios e outros alimentos da União Europeia e EUA.

Segundo fontes do governo, a abertura para os itens nacionais foi negociada por técnicos do Ministério da Agricultura e autoridades sanitárias de Moscou. O acordo permitiu que produtos lácteos brasileiros entrassem no país europeu pela primeira vez.

A reação da Argentina à decisão russa também deve ser criticada pelos membros da Comissão Europeia no comunicado, informa o “El País”. Nesta segunda-feira, o chefe de gabinete do país afirmou que Buenos Aires “gerará as condições para que o setor privado, com incentivo do Estado, possa satisfazer as demandas do mercado russo”.

Só em 2013, as compras russas de alimentos da Europa somaram € 5,25 bilhões.

Compartilhe com os amigos: