Brasil defende no G20 emprego como componente central do crescimento

Brasil defende no G20 emprego como componente central do crescimento

11 setembro 2014, 11:56
News
0
63

Melbourne (Austrália), 11 set (EFE).- O Brasil defendeu na reunião entre os ministros de Emprego do G20 na cidade australiana de Melbourne que o emprego é um componente central da estratégia de crescimento, disse nesta quinta-feira o chefe da delegação brasileira, Mario Barbosa.

"Uma das conquistas mais importantes é podermos pôr o emprego como parte da estratégia de crescimento (do G20), na medida em que se traduza nos planos nacionais", disse à Agência Efe Barbosa, assessor especial para Assuntos Internacionais do Ministério do Trabalho, antes de entrar na última sessão da conferência.

Em breves declarações telefônicas e pouco antes da declaração final desta reunião de dois dias, Barbosa comentou que os representantes do G20 (Grupo de países desenvolvidos e emergentes) darão seguimento a estes planos para impulsionar o emprego, prevenir o desemprego estrutural e promover a participação da mulher.

Ele também defendeu a alta do salário mínimo no país, medida que foi criticada pelo subsecretário de Trabalho do México, Alfonso Navarrete, durante a primeira jornada.

Para o Brasil "a valorização progressiva do salário mínimo" é importante, enfatizou o brasileiro.

Um estudo da Comissão Econômica Para a América Latina e o Caribe (Cepal) mostrou que as altas gradativas do salário mínimo contribuem para reduzir a desigualdade e não têm efeitos adversos significativos no emprego.

O México, por sua vez, é o único país da região em que o salário mínimo é inferior (0,66 vezes) ao limite da pobreza.

Compartilhe com os amigos: