Usando sua visão no seu backtesting

Usando sua visão no seu backtesting

5 dezembro 2014, 06:18
Rogerio Figurelli
0
184

Usando sua visão no seu backtesting


Acredito, e comento frequentemente com nossos alunos e clientes, que o backtesting é uma ferramenta importante mas que deve ser utilizada com todo cuidado, já que estamos simulando o passado, e não o futuro.

Da mesma forma, a meu ver o potencial do backtesting está nos filtros aplicados a ele posteriormente. E não estou falando de teste para frente, mas principalmente de testes reais, inicialmente em conta demonstração.

Como comentei em outro post, comparando robôs eficientes e eficazes, acredito que o backtesting representa a eficiência, e os testes em laboratório utilizando contas demonstração buscam a eficácia.

Se conseguimos unir eficiência e eficácia chegamos no resultado ideal, mas se você tiver que priorizar algum deles, foque na eficácia e nos testes em conta demonstração.

Então a pergunta que não quer calar é: como podemos deixar um backtesting mais eficaz?

O mais simples, e o que mais se ouve, é eliminar o sobre-ajuste.

Acredito que isso é muito pouco, pois supõe que o mercado seguirá um ciclo exatamente repetitivo em relação ao momento atual. Em outras palavras, atribuir ao sobre-ajuste o grande problema do backtesting é subestimar o potencial de mudanças do mercado.

Nesse post vou apresentar uma ideia que utilizo a vários anos em robôs de laboratório e no meu método de operação com robôs. Essa ideia une meus conceitos relacionados ao uso da operação através da escola da visão, que é a escola que mais acredito em termos de potencial de obtenção de resultados com trading systems.

O princípio dessa ideia é simples: que tal utilizar sua visão estratégia de futuro do mercado para determinar o intervalo ideal de backtesting?

Para fazer isso, o processo é muito simples. Navegue no passado dos preços do ativo que você está estudando utilizando uma periodicidade bem maior que a que você opera, e procure imaginar que período poderia ser o mais próximo do que irá acontecer nos próximos dias ou até semanas, se você for um trader de alto potencial visionário.

Você é livre para fazer isso, mas provavelmente todos seus backtestings são feitos nos períodos imediatamente anteriores ao dia de hoje. E você talvez repita isso continuamente.

Mas se abrir as portas para testar essa ideia, na prática você estará escolhendo uma visão de futuro para fazer o backtesting, e talvez descobrindo novos horizontes.

Talvez alguém já tenha pensado nisso antes, ou faça da mesma forma, pensando em visão como comento seguidamente. Mas não encontrei nada similar na literatura, então compartilho com os leitores do blog da Trajecta.

Seja como for, já fiz muitos testes desse tipo desde que criei a escola da visão em meu trabalho de MBA e sempre me surpreendeu o potencial de resultados quando a visão estava correta.

E isso me trouxe outro desafio, nesse interminável desafio do mundo quantitativo, que é encontrar algum modelo de escolha mais sistêmico, e menos intuitivo.

Faça um teste e você também será contaminado por esse desafio.

No mínimo você irá entender a razão porque tantos backtestings falham no mercado, e como não teriam nenhuma forma de funcionar sem a correta visão de mercado.

_______________

Por Rogério Figurelli em 05/12/2014
Compartilhe com os amigos: