Wall Street encerra com perdas mínimas, investidores tranquilos com Fed

Wall Street encerra com perdas mínimas, investidores tranquilos com Fed

20 novembro 2015, 22:00
News
0
61
A bolsa nova-iorquina encerrou hoje com perdas mínimas, depois de uma sessão tranquila, apesar da divulgação de várias estatísticas, sem prejudicar a sua recuperação nos dias anteriores.

Os resultados definitivos da sessão indicam que o Dow Jones Industrial Average perdeu 0,02% (4,41 pontos), para as 17.732,75 unidades, e o Nasdaq 0,03% (1,56), para as 5.073,64.

O índice alargado S&P 500 recuou 0,11% (2,34), para os 2.081,24 pontos.

"Não se passou grande coisa", reconheceu Peter Cardillo, economista-chefe do First Standard Financial, acrescentando que "mas, no conjunto, não se anulou a subida de ontem, portanto, foi positivo".

Depois de fortes ganhos no início da semana, o Dow Jones valorizou 1,5% na quarta-feira, com os investidores a reagirem muito bem às atas da última reunião do comité de política monetária (FOMC, na sigla em Inglês) da Reserva Federal (Fed).

Bem entendido que o documento deixava poucas dúvidas sobre a vontade do banco central começar em dezembro a subir as suas taxas de juro de referência pela primeira vez em 10 anos, mas os investidores parecem estar cada vez mais serenos perante esta ideia.

"Os investidores estão a habituar-se à ideia que uma subida em 0,25% em dezembro não dever ser muito consequente, uma vez que a Fed deve depois seguir um ritmo muito moderado na subida das taxas", observou Mace Blicksilver, da Marblehead Asset Management. "Isso torna os investidores muito menos nervosos do que estavam em agosto, quando as cosas pareciam mais incertas", detalhou.

Por outro lado, mesmo que os investidores não tenham demonstrado um entusiasmo desmesurado, estiveram a digerir uma série de números favoráveis sobre a economia norte-americana, como a recuperação inesperada da atividade na região de Filadélfia em novembro, bem como uma descida das inscrições semanais no desemprego.

"Boas perspetivas sobre a economia... Boas perspetivas para o mercado... Isto leva a pensar que a recuperação vai durar durante as próximas semanas", concluiu Cardillo.

Compartilhe com os amigos: