O euro recuou novamente. Análise Forex em 02/10/2015

O euro recuou novamente. Análise Forex em 02/10/2015

2 outubro 2015, 16:16
RoboOption Brasil
0
58

AULAS DE FOREX E OPÇÕES BINÁRIAS DA SEMANA!
Quinta-feira (08/10) às 20hs – “Tudo sobre a Plataforma MetaTrader.
Segunda-Feira (12/10) às 20hs – “Análise do Mercado para a Semana”.
Quinta-feira (15/10) às 20hs – “No Mundo das Opções Binárias”.
Nossas aulas são GRATUITAS. Se INSCREVAM AQUI

O euro recuou novamente

Nesta sexta-feira o principal par de moedas é outra vez negociado em baixa – parece que os investidores não pretendem se arriscar terem em "em mãos" todos os fatos.

Na sexta-feira a tarde o euro novamente ficou sob pressão. A cotação atual do par EUR/USD - 1,1159, uma ligeira queda, mas nos pequenos volumes de negociação isso pode ser visto claramente.

Hoje, o presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, falando ao Conselho do Atlântico, disse que vê sinais de recuperação econômica na zona do euro. De acordo com ele, se faz necessário uma maior integração da zona do euro e os países que a compõem, de modo que o efeito seja mais pronunciado. Mas, no cenário atual, a situação não parece ser crítica. Draghi disse que ao longo dos últimos três anos, as autoridades monetárias têm alcançado bons resultados no processo de estabilização da zona do euro.

Otimismo - é sempre bom, mesmo quando o navio está indo a pique. Isso não se refere diretamente à zona do euro, mas o programa de QE, juntamente com os seus volumes sérios está orientado justamente para apoiar o sistema econômico. No entanto, os indicadores macroeconômicos ainda sugerem que o equilíbrio para a região ainda está longe.

As estatísticas divulgadas hoje mostram que até o final de agosto deste ano, os preços ao produtor na zona do euro caíram 0,8% (-2,6% no acumulado do ano) contra a queda registrada em julho de 0,2%. Para a EU o indicador de agosto caiu 0,9%. Não há necessidade de mergulhar que “esmaga” fortemente os indicadores é a queda dos preços da energia. Se excluirmos esse fator os preços no setor industrial diminuíram apenas 0,2%.

O que acontece? Que, enquanto a economia mundial possui força de vontade - ou econômica, isso agrada alguém, - nem mesmo os esforços para equilibrar a oferta e procura de matérias-primas, não se pode fazer nada com a inflação, independentemente de quais volumes "derramarem" de liquidez no sistema. Na luta contra os "moinhos de vento" não há nada novo ou complicado, mas mais cedo ou mais tarde, o BCE vai se cansar disso.

Departamento de Análise da Empresa RoboForex


Compartilhe com os amigos: