Juros futuros abrem de olho no dólar

Juros futuros abrem de olho no dólar

11 abril 2015, 21:20
News
0
113

Os juros futuros começaram a sexta-feira perto da estabilidade. O dólar valorizado ante o real e a inflação registrada pela primeira prévia do Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) de abril acima da mediana das estimativas sustentaram um ligeiro viés de alta no começo da sessão. Mas ele se apagou, e as taxas chegaram a cair modestamente, diante da expectativa por notícias sobre as negociações em torno da reforma do ICMS na reunião do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), que tem a presença do ministro da Fazenda, Joaquim Levy, em Goiânia, e eventuais declarações dele reforçando mudança de rumo na política econômica do governo Dilma. A queda do rendimento dos Treasuries favorece a baixa.

Às 9h56, o contrato de DI com vencimento em janeiro de 2016 apontava 13,26%, igual ao ajuste anterior. O DI para janeiro de 2017 projetava 13,06%, ante 13,10% no ajuste de ontem. No trecho mais longo da curva de juros, o DI para janeiro de 2021 tinha taxa de 12,58%, ante 12,63% no ajuste da véspera.

A reunião do Confaz, que terá a presença de um ministro da Fazenda pela primeira vez em 15 anos, estava programada para começar às 9 horas. Na quinta-feira, 9, ele disse que destravar a questão do ICMS é de interesse de todos os Estados e que ele está aberto a conversar. No encontro de hoje, ele deve tentar obter um consenso para a redução e a unificação das alíquotas do imposto, a convalidação dos benefícios fiscais existentes e a criação de fundos compensatórios em torno do tributo.

Mais cedo, o IGP-M mostrou alta de 1,03% na primeira prévia de abril, ante avanço de 0,74% na primeira leitura do mesmo índice em março, ficando dentro do intervalo das estimativas dos analistas ouvidos pelo AE Projeções (0,68% a 1,33%) e acima da mediana das expectativas (0,99%).

Nos Estados Unidos, o juro da T-note de 10 anos caía a 1,924%, de 1,952% no fim da tarde de ontem.

Compartilhe com os amigos: