Momento para investir em ouro?

Momento para investir em ouro?

12 março 2015, 15:30
News
0
117

Depois dos históricos valores atingidos pelo ouro no verão de 2011 —em que registou máximos que superavam os 1.900 dólares por onça— o metal precioso encontra-se hoje em mínimos de cinco anos. Devido às desvalorizações graduais verificadas desde 2012, o preço da onça de ouro ronda atualmente cotações que pouco ultrapassam os 1.100 dólares, levantando a questão junto de muitos investidores: estaremos num bom momento para investir?

Ativo de refúgio em momentos de turbulência económica, o valor do ouro costuma mostrar uma evolução inversa à dos mercados mundiais, tendo, por isso, registado importantes subidas no mesmo momento em que as bolsas internacionais apresentavam grandes quedas devido à crise do euro e às incertezas em torno ao desempenho da economia norte-americana. Assim, após o pico verificado em agosto de 2011, o preço do ouro foi rompendo suportes, registando atualmente perdas acumuladas de cerca de 40%. Apesar das quedas, o ouro mantém-se como o principal mercado dentro dos metais preciosos, registando um volume de negócios de cerca de 150.000 milhões de dólares diários.

Desta forma, alguns analistas acreditam que após a tendência baixista, a matéria prima poderá este ano finalmente começar a recuperar de três anos de descidas sucessivos, encarando 2015 como um ano positivo para investir em ouro. Entendendo que o preço da matéria prima bateu fundo, espera-se, por isso, que possa entrar agora numa nova fase. Os atuais cenários de instabilidade económicos (possibilidade de saída da Grécia da zona euro, conflito entre a Rússia e a Ucrânia, descida do preço do petróleo, receios de deflação na zona euro, etc), poderão contribuir para as subidas deste tradicional valor refúgio, especialmente interessante em momentos de incerteza.

No entanto, muitos analistas entendem que o ouro pode prosseguir na tendência de queda que vem demonstrando nos últimos anos. A expectativa de subida de taxas de juro nos Estados Unidos contribui para este cenário, uma vez que o metal precioso tem dificuldade em competir com outros ativos seguros quando as taxas de juro sobem.

De qualquer forma, uma vez que o preço do ouro é geralmente volátil, atingindo variações importantes no mesmo dia, a matéria prima mostra-se especialmente interessante para osinvestidores que operam com CFDs, oferecendo a possibilidade de obter ganhos em pequenos espaços de tempo, devido à capacidade de recurso à alavancagem. Da mesma forma, os riscos de perdas associados a este produto financeiro também são amplificados.

Recorde-se ainda que o ouro passará a contar com um novo sistema de fixação de preços nos mercados internacionais já a partir do próximo dia 20 de março, segundo anunciou a Associação Londrina para o Mercado dos Metais Preciosos (LBMA na sigla anglo-saxónica). O preço do ouro será então atualizado a cada 30 segundos através de uma plataforma electrónica garantindo, assim, maior controlo e melhor supervisão.

Esta informação foi preparada pela IG, marca comercial da IG Markets Limited. O conteúdo destas páginas não constitui (e não será concebido de forma a constituir) qualquer espécie de aconselhamento, ou recomendação de investimento, ou um registo dos nossos preços de negociação, ou uma oferta ou solicitação para a transação de qualquer instrumento financeiro. A IG não aceitará qualquer responsabilidade em consequência de qualquer uso que possa ser dado ao referido conteúdo, ou sobre qualquer efeito que daí advenha. Não asseguramos a precisão ou integridade da informação. Consequentemente, qualquer pessoa assume o risco da atividade realizada com base nesta. A análise produzida não tem como finalidade qualquer objetivo de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de quem o consultar. Esta não foi produzida com base nos requisitos legais que promovem a independência da análise financeira e, assim sendo, esta é considerada uma mensagem de marketing. Não estando impedidos de negociar com base nas nossas recomendações, não procuramos retirar qualquer tipo de vantagem da informação providenciada aos nossos clientes. Os CFDs são Produtos Financeiros Complexos. Um investimento responsável exige que conheça as suas implicações e esteja disposto a aceitá-las. Pode Implicar a perda da totalidade ou mais do que o capital investido.


Compartilhe com os amigos: