Temor com economia global eleva aversão ao risco e iene sobe ante euro e dólar

Temor com economia global eleva aversão ao risco e iene sobe ante euro e dólar

7 janeiro 2015, 14:50
News
0
66

O dólar voltou a subir diante do euro, da libra e de algumas moedas de países produtores de commodities nesta terça-feira, 6, mas recuou frente ao iene e ao dólar australiano. Em dia de queda dos mercados de ações, o iene foi beneficiado por sua condição de "porto seguro", em meio às preocupações quanto à eleição parlamentar do dia 25 na Grécia e quanto aos efeitos da queda dos preços do petróleo - que fechou em Nova York abaixo de US$ 48 por barril, pela primeira vez desde abril de 2009.

"Há um movimento real de queda dos ativos de maior risco. A liquidez é reduzida; há um movimento na direção dos Treasuries e, no mercado de moedas, o iene é, claramente, o beneficiário", disse a estrategista Elsa Lignos, da RBC Capital Markets.

Em seu artigo mensal sobre a perspectiva dos mercados, Bill Gross, gestor de fundos da Janus Capital, escreveu que "chega um momento em que o senso comum deve reconhecer que o rei está nu (...) no que se refere a expectativas futuras quanto aos retornos dos ativos" e que "quando o ano terminar, haverá sinais negativos diante dos retornos de muitas classes de ativos. Os bons tempos se foram".

O dia foi marcado pela divulgação dos índices de atividade (PMI) do setor de serviços em dezembro; o da zona do euro ficou em 51,6, quando a expectativa era 51,9; o da Alemanha e o da França superaram as previsões, mas o do Reino Unido ficou abaixo. "A zona do euro vai olhar para 2014 como um ano em que a recessão foi evitada pela margem mais estreita possível, mas a debilidade dos dados da pesquisa sugere que não há garantias de que não veremos um novo declínio em 2015", disse o economista-chefe da Markit, Chris Williamson.

O índice PMI de serviços dos EUA em dezembro recuou a 56,2 em dezembro, de 59,3 em novembro.

No fim da tarde em Nova York, o euro estava cotado a US$ 1,1895, de US$ 1,1935 ontem; o iene estava cotado a 118,51 por dólar, de 119,60 por dólar ontem. Frente à moeda japonesa, o euro estava cotado a 140,94, de 142,73 ontem. Diante da libra, o euro estava cotado a 0,7850, de 0,7827 ontem. O franco suíço estava cotado a 1,0101 por dólar, de 1,0070 por dólar ontem, e a 1,2013 por euro, de 1,2018 por euro ontem. A libra estava cotada a US$ 1,5157, de US$ 1,5253 ontem. O dólar australiano estava cotado a US$ 0,8094, de US$ 0,8091 ontem. O rublo estava cotado a 63,210 por dólar, de 60,960 por dólar ontem; a coroa norueguesa estava cotada a 7,7515 por dólar, de 7,6406 ontem. O dólar canadense estava cotado a 1,1839 por dólar, de 1,1767 por dólar ontem. Fonte: Dow Jones Newswires.

Compartilhe com os amigos: