O que é Scalper Trade?

22 setembro 2017, 08:57
Marcos Pereira
0
31

O que é Scalper Trade?


A primeira diferença evidente entre scalping e operações d day trade é a frequência das operações. Enquanto um day trader ode fazer 1, 2, 5 operações por dia, um Scalper Moderno (pois o termo Scalper remete ao antigo operador especial com crachá azul que operava dentro da Bolsa) costuma fazer entre 15 e 70 operações por dia, dependendo do dia e de vários outros fatores.

Além dessa diferença no nº de operações eu gostaria de acrescentar uma diferença vital entre o Scalping e o Day Trading. Scalping não quer dizer ganhar pouco por operação, mas sim perder pouco quando estiver errado. O fato de você não deixar o mercado ir contra sua posição também faz com que seus resultados por trade sejam menores. Para se perder menos, normalmente se ganha menos.

Nos EUA esta modalidade é também chamada de traders de momentum, ou seja, traders que buscam capturar aqueles movimentos sequenciais de preço, sem ficar muito tempo exposto no ativo.

Só com essa informação você já deve ter percebido que para adotar o scalping você precisa ficar full-time olhando para tela. Não necessariamente o dia todo, mas enquanto estiver operando precisa acompanhar toda a história daquele momento. Não dá para revezar atividades.

A questão da corretagem é sem sobra de dúvidas um tema polêmico no Brasil.            

Muitos acham que o scalping é impossível por conta da corretagem. Saiba que o Brasil infelizmente ainda não têm as mesmas distinções que países como os EUA, por exemplo. Lá, existe uma segmentação muito clara, entre traders de varejo, active traders (operam suas contas de forma frequente) e proprietary traders (traders ativos que são financiados por uma conta proprietária). Lá existe uma segmentação forte entre estes players pessoa física, o que se traduz em produtos e pacotes específicos para cada perfil.

Aqui no Brasil, apesar de ainda não haver uma segmentação explícita de produtos e serviços obviamente existem opções de preços atraentes para Scalpers e futuros Scalpers. Algumas corretoras têm condições especiais (não divulgadas) para active traders, mas é por “baixo do pano” e com indicação.

A grande desvantagem do Scalping é que infelizmente a relação risco retorno não é muito maior do que 1/1. Claro que às vezes é maior, mas via de regra, o risco retorno não é tão bom… A compensação disso vem na eficiência. É comum obter taxas de acerto de 80/85% dos trades. Outra grande desvantagem é a necessidade do trader desenvolver uma habilidade a mais: a agilidade. Você tem que ser extremamente ágil para conseguir operar momentum.

Então porque scalping?

Simplesmente porque é mais fácil. É mais fácil acertar poucos ticks (um tick é uma unidade mínima de oscilação: 0,01 nas ações e opções, 0,5 ponto do dólar, 5 pontos no Indice, etc) do que um movimento longo.

Além disso, a grande vantagem do Scalping é que depois que você realmente estiver com as habilidades desenvolvidas e treinadas, não é raro sair com 15/18 pregões positivos no mês. São tantas oportunidades dentro de um dia para quem opera momentum, que mesmo que erre 2, 3 ou 4 operações em seguida ainda haverá mais um monte de oportunidades para reverter o resultado. Essa constância diária reforça a confiança.

E o que os Scalper costumam olhar para operar?

Bom, a grande maoria de que faz scalping tem habilidade de ler o fluxo das ordens (Tape Reading como é conhecido nos EUA). É uma habilidade pouco difundida no Brasil e que pouquíssimas pessoas têm conhecimento.Com tape Reading você consegue perceber uma oportunidade reconhecendo a atuação dos price makers, o que torna a oportunidade real e não estatística. A Scalper Trader é uma das poucas senão a única empresa de educação do Brasil que ensina Tape Reading de verdade.




Compartilhe com os amigos: