O que é Candlesticks?

22 setembro 2017, 06:43
Marcos Pereira
0
23

Conceito

O candlestick é uma representação gráfica do que ocorreu com o preço de um ativo no decorrer de um determinado período. Neste vídeo será usado como padrão o período de um dia.

Mas o candlestick pode representar também o que aconteceu no decorrer de um mês, semana ou mesmo minutos? Sim, assunto que será abordado em outro vídeo de aprendizado.

Principais características

Quais são as principais as características de um Candlestick?

  • São formados na maioria das vezes por um corpo e sombras;
  • Possuem 4 preços: abertura, fechamento, máxima e mínima.
  • Podem ser de alta ou de baixa;
  • Sendo que os candles de alta e baixa são diferenciados por cores.

O candlestick é também chamado de candle ou vela. É simples perceber isso ao notarmos que sua aparência se assemelha ao de uma vela, concorda?

Vamos agora abordar separadamente cada uma destas características.

Formação: corpo e sombras

O candlestick geralmente é composto por um corpo e sombras. O corpo é a essência da movimentação do preço em uma sessão. Já as sombras representam os pontos extremos do dia.

A sombra acima do corpo do candle é conhecida como sombra superior e a abaixo como sombra inferior. A sombra é também chamada pelos analistas técnicos de pavio ou cauda.

Um candle pode ser formado somente pelo corpo e sombra superior, bem como corpo e sombra inferior. Além disso, em alguns casos pode ter apenas o corpo na sua formação, ou seja, ausência das sombras.

Os 4 preços

Como são formados o corpo e as sombras? Através dos 4 preços que compõem um candle: abertura, fechamento, máxima e mínima.

A abertura é o preço inicial que um ativo foi negociado dentro de uma sessão. O fechamento é o preço final da sessão, considerado por muitos analistas o preço mais importante. Por quê? Porque representa o consenso dos investidores ao final de um período de negociações.

A máxima é o maior preço negociado no dia e está localizada na parte superior do candle. Já a mínima é o menor preço negociado no dia e está localizada na parte inferior do candle.

Conhecendo os 4 preços podemos dizer que o corpo do candle é delimitado pelos preços de abertura e fechamento. Estes podem ficar tanto na parte superior quanto na parte inferior do corpo. Abordarei com mais detalhe esta importante característica logo a seguir.

Quando os preços de abertura e fechamento são iguais sua representação gráfica fica sem corpo, apenas um pequeno traço horizontal entre as sombras

Candles de alta e baixa

O candle pode ser de alta ou de baixa. É aqui que entra a questão do posicionamento dos preços de abertura e fechamento.

O que caracteriza um candle de alta? Preço de fechamento acima do de abertura representando uma força maior dos compradores, um otimismo dos investidores durante a sessão. E o candle de baixa? Fechamento abaixo da abertura, representando uma força maior dos vendedores, um pessimismo dos investidores durante a sessão.

Conseguiram perceber alguma diferença na aparência dos candles de alta e baixa? Parabéns, é isso mesmo, eles possuem cores distintas.

Cores – Facilidade de visualização

A cor é outra característica fundamental dos candles. Esta facilita bastante a vida dos investidores ao tornar simples a distinção dos candles de alta e baixa no gráfico. As cores mais usadas pelos analistas são o branco e o preto. O corpo branco representa um candle de alta e o preto um candle de baixa.

A definição das cores fica a critério de cada analista através das configurações da sua plataforma gráfica. Por exemplo, outras cores bem usadas são o verde e o vermelho, verde para o candle de alta e vermelho para candle de baixa.

Observe no gráfico abaixo como é simples distinguir os candles de alta e baixa devido as suas cores. Esta é uma das grandes vantagens do gráfico de candlesticks.

Candle de alta igual a dia de alta?

Ao visualizar um candle de alta significa que o preço de uma ação se valorizou em relação ao dia anterior? Não necessariamente, pois mesmo após um candle de alta uma ação pode ter terminado o dia com desvalorização.

Como assim? Simples! O que determina a valorização ou desvalorização de um ativo entre sessões é o preço de fechamento. Se o fechamento de hoje for inferior ao do pregão anterior, então dizemos que este ativo se desvalorizou. O contrário teremos uma valorização.

No exemplo A, figura acima, você pode observar que temos um candle de alta em um dia que terminou com desvalorização, devido ao preço de fechamento inferior ao do candle anterior. No exemplo B você vê o inverso, um candle de baixa em um dia que terminou com valorização. Preço de fechamento superior ao do candle anterior.


Entenda melhor neste video assista:      https://youtu.be/94Lp2Gs9XoM

Entenda outras formações de candle:   https://youtu.be/fEZbeORt8VQ


( Por Marcos Sepó - www.roboforexsystem.net  )



Compartilhe com os amigos: