O QUE É FOREX?

22 setembro 2017, 05:09
Marcos Pereira
0
49


O QUE É FOREX?


Você sabe o que é Forex? Se você chegou até este artigo, você provavelmente ouviu falar em mercado Forex de alguma forma e à primeira vista ele pode parecer muito interessante, mas antes de mais nada é preciso entender o Forex, como funciona e quais os riscos do Mercado FX.

Forex - ou FX, como também é chamado - é uma abreviação para Foreign Exchange Market, que significa moeda estrangeira. O mercado FX foi criado em 1971 e movimenta grandes volumes de dinheiro diariamente, funcionando 24h por dia entre 22h de domingo e 22h de sexta-feira.

Mas ao contrário do que muitas pessoas podem pensar, investir no mercado forex não é como investir na bolsa ( Como investir acesse: www.roboforexsystem.net )

Mercado Forex: Como funciona na prática?

Suas operações envolvem a compra de uma moeda simultaneamente com a venda de outra. Ou seja, você negocia moedas em pares, onde você especula que o valor de uma das moedas vai subir ou cair em relação a segunda moeda.

Neste caso você tem duas moedas:

  • Uma moeda base

  • Uma moeda cotada

Um exemplo: a paridade Real/Dólar, ou BRL/USD.

Neste caso o Real é a moeda base e o Dólar é a moeda cotada, e isso quer dizer que você quer comprar dólares utilizando o Real. Digamos que a cotação do par BRL/USD está 0,29 e você compra esse par. Logo, você acredita na valorização do Real frente ao Dólar.

BRL/USD = 1,00/3,45 = 0,29 (cotação).

Assim, caso o Dólar suba, você compra Reais utilizando dólares e realiza o seu ganho. O valor do contrato então será o valor do câmbio atual e o lucro/prejuízo seria a oscilação deste câmbio.

Ou seja, você irá realizar duas operações:

1) Primeiro você irá comprar a paridade BRL/USD.

2) Depois, quando o cenário se concretizar, você irá vender a paridade BRL/USD.

Vamos entender na teoria como isso funciona!


1) Suponhamos que hoje o dólar esteja valendo R$3,45. Então 1 Real brasileiro é igual a 0,29 Dólares americanos e o câmbio BRL/USD é 0,29. Se você deseja investir R$1000,00 portanto, você conseguirá comprar aproximadamente 290,00 Dólares. Mas como você está pensando nesta situação como um investimento, você deve saber que o câmbio é bastante volátil e que logo esta situação pode mudar muito.

2) Suponhamos novamente então que o dólar suba e agora esteja valendo R$3,60. Este é o câmbio USD/BRL. Então você encerra a operação e realiza os lucros.

Resultado: Seus R$1000,00 agora valem R$1044,00 e você ganhou R$44,00 nesta operação.

Este é apenas um exemplo para facilitar o entendimento sobre como funciona o mercado Fx, uma vez que as margens de lucro perseguidas podem ser muito maiores, como números de 200 ou 500%, o que também aumenta exponencialmente os riscos.

Embora muitos investidores não saibam, este não é o único risco. Vamos agora falar quais os riscos você pode correr investindo no Mercado FX e qual a melhor maneira para investir no Dólar Futuro, por exemplo.

Mercado Forex:

Saiba os riscos que você pode correr.

Além do risco de grandes perdas, um dos principais riscos que podemos ressaltar é a informalidade e a falta de regulamentação deste mercado. O Forex é um mercado exclusivamente virtual, com transações entre diferentes instituição e sem uma operação centralizada, diferente do mercado de ações que centraliza as operações na Bolsa de Valores.


As corretoras onde são realizadas as operações são registradas nos próprios países de atuação e o Brasil, até o momento (jun/2016) não possui corretoras registradas na CVM (Comissão de Valores Mobiliários - órgão regulador do Brasil) e autorizadas a este tipo de operação.

Isso quer dizer que você precisa abrir uma conta em um país estrangeiro e enviar seu dinheiro pra lá, ficando sujeito a regulamentação dele.

Então podem surgir vários problemas, como por exemplo:

  • Sem registro da CVM, não há garantia de que a empresa ou corretor exista realmente, então o investidor pode ser vítima de uma fraude ou golpe, com uma dificuldade muito maior de localização do autor.

  • Seus dados podem ser utilizados de forma indevida por empresas que atuem de forma ilegal ou ilícita.

  • O investidor pode não ter acesso a todas as informações necessárias, verdadeiras e completas para tomar uma decisão consciente acerca do investimento, o que pode inutilizar qualquer análise.

  • Cada corretora possui regras próprias para saque de dinheiro, podendo estipular valores mínimos de acordo com quantidade de operações realizadas, por exemplo. Sendo assim o investidor pode ficar com seu dinheiro preso, sem conseguir sacar.

  • Por se tratar de um ambiente virtual, ele também está sujeito a manipulações de preços e atividade de hackers. dificultando a localização e punição dos infratores.

  •                                                                                                                             ( Por Marcos Sepo - www.roboforexsystem.net )


Compartilhe com os amigos: