Amazon estreia-se na lista das 100 empresas mais inovadoras da Thomson Reuters

Amazon estreia-se na lista das 100 empresas mais inovadoras da Thomson Reuters

12 novembro 2015, 23:00
News
0
78

A empresa de comércio online Amazon estreia-se este ano na lista das 100 empresas mais inovadoras do mundo da Thomson Reuters, destacando-se nas inovações nas bases de dados, aparelhos, métodos electrónicos e sistemas. 

A lista da Thomson Reuters das empresas mais inovadoras do mundo conta este ano com a Amazon, avança esta quinta-feira, 12 de Novembro, a Reuters. A empresa norte-americana retirou da lista a IBM, a maior empresa de tecnologia. 

Bob Stembridge, analista da Thomson Reuters IP & Science, referiu que este resultado da IBM é justificado pelo facto de esta lista medir outros factores além do volume de patentes: "Apesar de liderarem a lista de patentes nos Estados Unidos, a lista das 100 empresas mais inovadoras a nível global avalia não só o volume, mas também o sucesso, globalização e o impacto". 

De acordo com o relatório deste ano, o Japão e os Estados Unidos da América são locais ideais para a inovação a nível químico, nos semicondutores e componentes electrónicos. 

O relatório revela também que as empresas automóveis são as mais inovadoras. Ainda assim, empresas como a Uber e a Tesla Motors não figuram na lista. 

"Tanto a Uber como a Tesla são inovadoras, mas não a um nível que possam figurar no top 100 das organizações mais inovadoras", referiu Bob Stembridge. "Elas não têm portefólios suficientemente grandes para se qualificarem para a lista", concluiu. 

Este top 100 de empresas inovadoras a nível global da Thomson Reuters tem por base critérios como o volume (todas as organizações com mais de 100 patentes de inovação nos últimos cinco anos são alvo da análise da Thomson Reuters), o sucesso (que mede o rácio de patentes aprovadas pelas organizações), a globalização e a influência da inovação. 

Compartilhe com os amigos: