Previsão do Petróleo, 30 de Setembro de 2015, Análise Técnica

Previsão do Petróleo, 30 de Setembro de 2015, Análise Técnica

30 setembro 2015, 16:00
News
0
84

Petróleo Bruto

Durante a sessão de Terça-feira, nós encontrámos suporte suficiente logo acima do nível dos $44, para fazer reverter as coisas e formar uma vela verde que você poderá ver agora no gráfico. Sendo este o caso, parece que o mercado continuará a ressaltar para a frente e para trás, entre o nível dos $44 no fundo e o nível dos $48 no topo. Ultimamente, nós acreditamos que este mercado poderia estar a tentar formar algum tipo de base para subir, mas, neste momento, nós não pensamos que o mercado esteja ainda pronto para colapsar. Se nós conseguirmos quebrar acima do nível dos $48, neste momento, nós sentimos que o mercado rumará ao nível dos $50 e depois muito acima disso. Isto poderia, obviamente, constituir um sinal de que a tendência será, de facto, alterada a longo prazo, já que a recente impulsividade em sentido ascendente parece ser, de alguma forma, aceite, neste momento.

Se nós colapsarmos abaixo do nível dos $43, nós sentimos que este mercado rumará, mais do que provavelmente, ao patamar dos $40, dado o devido tempo. Neste momento, este é um mercado que deveria ainda encontrar compradores novamente, dado que constitui um número grande, redondo e psicologicamente significativo.


Previsão do Petróleo, 30 de Setembro de 2015, Análise Técnica

Brent

Os mercados do Brent cresceram, novamente, a partir do nível dos $47, já que o mercado continua a encontrar muito suporte nesta região, em particular. Se nós conseguirmos quebrar acima do topo da vela, nós sentimos que o mercado rumará, mais do que provavelmente, ao nível dos $50, dado o devido tempo. Acima daí, o mercado deveria continuar a crescer, rumando, provável e eventualmente, ao nível dos $55. Nós não temos qualquer interesse em vender este mercado, pelo menos, não até chegarmos bem abaixo do nível dos $47, o qual enviaria este mercado em busca do nível dos $44 abaixo daí. Nós não temos qualquer interesse em apegar-nos a uma posição de célula, durante um longo período de tempo e, como tal, nós pensamos que, na melhor das hipóteses, tal constituiria apenas um movimento a curto prazo.

 

Compartilhe com os amigos: