Votações do ajuste fiscal e dado dos EUA fortalecem dólar

Votações do ajuste fiscal e dado dos EUA fortalecem dólar

26 maio 2015, 17:11
News
0
85

O dólar opera em alta ante o real e outras moedas emergentes e ligadas a commodities, além do euro e do iene, e acentuou ganhos na manhã desta terça-feira, 26, após a divulgação de que apesar de as encomendas de bens duráveis dos Estados Unidos terem caído em abril, os números de março foram revisados para cima. As encomendas de bens duráveis caíram 0,5% no quarto mês do ano, na margem, ante previsão de queda de 0,1%, mas as encomendas de março foram revisadas para 5,1%, de 4,4%, e as encomendas ex-transportes desse mesmo mês foram revisadas em de -0,2% para +0,6%.

No câmbio brasileiro, pesam especialmente as preocupações com o andamento do ajuste fiscal no Congresso, em uma semana decisiva para aprovação algumas medidas antes que caduquem na próxima semana. O Senado deve apreciar hoje a Medida Provisória 665, que restringe o acesso ao seguro-desemprego e ao abono salarial, a MP 664, sobre os benefícios trabalhistas, e MP 668, que aumenta tributos à importação.

Às 9h41, o dólar à vista no balcão subia 0,94%, a R$ 3,1280. O dólar para junho tinha alta de 0,95%, a R$ 3,1320. O euro recuava a US$ 1,0901, de US$ 1,0979 no fim da tarde de ontem. O dólar subia ante as moedas emergentes e ligadas a commodities como o dólar australiano (+0,71%), o dólar canadense (+0,67%), a rupia indiana (+0,71%) e o peso mexicano (+0,41).

No exterior, há a expectativa com mais indicadores nos EUA, mas o que traz um viés mais negativo às bolsas são os temores de que a Grécia não pague a próxima parcela de sua dívida com o Fundo Monetário Internacional (FMI), que vence em junho. O ministro de Finanças da Grécia, Yannis Varoufakis, disse que o governo pagará o Fundo Monetário Internacional (FMI) em junho porque haverá acordo até lá. Atenas tem de pagar ao FMI 300 milhões de euros (US$ 329 milhões) no dia 5 de junho e um total de US$ 1,6 bilhão de euros em dívidas que vencem entre 5 e 19 de junho.

Compartilhe com os amigos: