Dow Jones fecha praticamente estável

Dow Jones fecha praticamente estável

21 janeiro 2015, 13:00
News
0
46

O Dow Jones Industrial, principal indicador de Wall Street, fechou nesta terça-feira em leve alta de 0,02%, recuperando-se após passar grande parte do pregão em queda.

Segundo dados finais do pregão, o Dow Jones somou 3,66 pontos, para 17.515,23. O seletivo S&P 500 subiu 0,15%, para 2.022,55, e o índice composto da Nasdaq avançou 0,44% e fechou aos 4.654,85 pontos.

Os investidores em Wall Street protagonizaram hoje uma jornada volátil, reagindo conforme a evolução dos preços do petróleo e sendo influenciados também por uma nova onda de resultados empresariais díspares.

No final da sessão, o petróleo do Texas (WTI) registrou forte queda de 4,72% e fechou em US$ 46,39 o barril, após a diminuição das projeções de crescimento da economia mundial feitas pelo Fundo Monetário Internacional (FMI).

O grupo Johnson & Johnson e o banco Morgan Stanley decepcionaram os investidores ao apresentarem os resultados do último trimestre. Suas ações fecharam em baixa de 2,64% e 0,40%, respectivamente, na Bolsa de Nova York (NYSE).

Já as ações da companhia aérea Delta Air Lines, cujo desempenho trimestral superou amplamente as expectativas dos analistas graças à crise do petróleo, fecharam em alta de 7,26% na NYSE.

Metade das 30 empresas do índice Dow Jones registraram quedas hoje, lideradas pelo grupo Johnson & Johnson, seguido da Intel (-0,99%), Goldman Sachs (-0,90%), Home Depot (0,84%), McDonald's (-0,75%), Merck (-0,67%), Travelers (-0,66%) e Disney (-0,46%).

Por outro lado, os avanços foram liderados pela Coca Cola (1,48%), à frente da American Express (1,42%), Cisco Systems (1,41%), Chevron (1,28%), United Technologies (1,19%), General Eletric (1,10%), Pfizer (0,91%) e Visa (0,74%).

Em outros mercados, o ouro avançava a 1.293,1 dólares a onça, a rentabilidade da dívida pública a 10 anos progredia ao 1,792 % e o dólar ganhava terreno ao euro, que se mudava a 1,155 dólares. EFE

Compartilhe com os amigos: