Brent volta a cair até ao nível mais baixo desde maio de 2009

Brent volta a cair até ao nível mais baixo desde maio de 2009

12 janeiro 2015, 18:30
News
0
30

O barril de petróleo Brent para entrega em fevereiro voltou a cair hoje no mercado de Londres ao cotar esta manhã em 48,55 dólares, o número mais baixo desde maio de 2009.

O petróleo cotava no Intercontinental Exchange Futures (ICE) pouco antes das 09.00 GMT 3,1% menos que no fecho da sexta-feira, pelo que continua a sua forte tendência de baixa devido a um excesso de produção e uma fraqueza da procura, segundo os especialistas.

O Brent para entrega em fevereiro tinha aberto a jornada a 49,21 dólares, 1,7% menos que no fecho de sexta-feira.

De acordo com os analistas em Londres, o ouro negro sofreu outro retrocesso depois que o banco de investimento Goldman Sachs indicasse que é possível que os preços do petróleo não se recuperem em breve pois estima que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) não recortará a produção para conter a queda.

A tendência de baixa do Brent começou em meados de 2014, mas o retrocesso acentuou-se depois da reunião semestral da Opep de novembro passado, na qual decidiu manter os atuais níveis de produção, em cerca de 30 milhões de barris diários.

Segundo os analistas em Londres, é difícil prever em que ponto o petróleo deixará de descer, mas não descartam maiores descidas nos próximos meses e que inclusive chegue aos 40 dólares.

O atual ritmo de oferta não corresponde com a compra de petróleo por parte dos países consumidores, que adquiriram menos petróleo enquanto há preocupação pela recuperação da economia global, de acordo com os analistas.

Os analistas especificaram que alguns membros da Opep, como o Irão, Iraque, Líbia e Nigéria, dependem muito das receitas do petróleo para manter em andamento os países, pelo que é difícil que se ponham de acordo num corte da produção.

Compartilhe com os amigos: