Dilma ataca medidas económicas de Marina

Dilma ataca medidas económicas de Marina

3 setembro 2014, 10:40
News
0
44


A presidente Dilma Rousseff, recandidata do PT ao Planalto, acusou a adversária socialista (PSB) Marina Silva de não saber como pagar as promessas que tem feito aos brasileiros.

"Os 140 mil milhões de reais [47 mil milhões de euros] que as suas promessas vão custar" não existem no erário público, disse Dilma durante o segundo debate televisivo com sete dos 11 candidatos às eleições de 5 de Outubro. Marina, que na última sondagem já aparece empatada com Dilma nos 34%, insistiu que o dinheiro existe "se não houver, como agora, desperdício de recursos". Com o Brasil a entrar de novo em recessão técnica, a socialista nota a "má utilização das contribuições dos brasileiros" em alguns investimentos públicos.

O governo "triplicou o dinheiro investido na educação e duplicou o da saúde", respondeu Dilma. A presidente aproveitou ainda o polémico recuo de Marina na defesa do casamento ‘gay' para propor a "criminalização da homofobia". O volte-face da socialista custou-lhe mais uma baixa na campanha, a terceira no espaço de duas semanas. O coordenador da campanha, Luciano Freitas, demitiu-se por discordar do programa do governo na defesa dos direitos ‘gay'.

Compartilhe com os amigos: