Brasil anuncia medidas para facilitar compra de imóvel financiado

Brasil anuncia medidas para facilitar compra de imóvel financiado

21 agosto 2014, 09:20
Lirana
1
60

 O governo anunciou nesta quarta-feira diferentes iniciativas para facilitar a concessão de empréstimos para a aquisição de imóveis, em meio a uma série de medidas adotadas nos últimos dias para impulsionar o crédito e atalhar a forte desaceleração que a economia enfrenta neste ano.

"Vai ser mais fácil comprar um imóvel financiado porque vamos reduzir os trâmites burocráticos que são exigidos dos compradores", afirmou o ministro da Fazenda, Guido Mantega, em entrevista coletiva.

"O microcrédito leva serviços financeiros para regiões e públicos que normalmente não teriam acesso aos instrumentos formais de financiamento. E a taxa de adimplência, que segue superior à das linhas de crédito convencionais, acima de 95%, mostra que nosso tomador cumpre seus compromissos e sabe utilizar bem os recursos", afirmou o superintendente de Microcrédito do Santander, Jerônimo Ramos.

De acordo com o Santander, cerca de 301 mil clientes tiveram empréstimos concedidos nos primeiros seis meses de 2014, representando um crescimento de 13,2% sobre o mesmo período em 2013.

Este volume acumulado garantiu a "liderança do Santander entre os bancos privados nacionais no segmento de Microcrédito Produtivo Orientado (MPO)", como informou a empresa em nota divulgada à imprensa.


VEJA AS MEDIDAS ANUNCIADAS NESTA QUARTA

1) Centralização de certidões

Um só cartório vai concentrar todos os documentos do imóvel

2) Imóvel usado como garantia

Comprador vai poder dar imóvel como garantia para financiamento de outro, ou para compra de outros bens, com recursos captados na poupança

3) Letras Imobiliárias Garantidas

Bancos vão poder emitir novo tipo de título, que será isento de Imposto de Renda, para captar mais recursos e emprestar para financiamento da compra de imóveis

4) Crédito consignado

Bancos poderão conceder empréstimos consignados, em que as parcelas serão debitadas no salário do trabalhador do setor privado com mais facilidades. Com isso, os juros serão menores

5) Retomada de garantias

Governo vai criar uma modalidade de crédito em que será mais fácil para o banco retomar o bem em caso de inadimplência. Como as garantias aumentam, a expectativa é que o juro baixe

Compartilhe com os amigos: