Dólar opera em alta, com cenário tenso no país

Dólar opera em alta, com cenário tenso no país

27 outubro 2015, 14:00
News
0
173

As principais praças norte-americanas iniciaram a sessão a cair numa altura em que os investidores estão já de olhos voltados para o encontro da Fed que terá lugar esta semana. Já o S&P 500 está a valorizar 11% desde o mínimo de Agosto.

 O índice bolsista Standard & Poor’s 500 abriu a sessão desta segunda-feira, 26 de Outubro, a ceder 0,1% para 2.072,18 pontos. O S&P 500 já valorizou cerca de 11% e segue em máximos de quatro semanas, isto depois do mínimo registado no passado mês de Agosto e a apenas 3% do máximo histórico alcançado em Maio deste ano.

Também o índice Dow Jones iniciou a sessão a recuar 0,18% para 17.614,36 pontos, acompanhado ainda pelo tecnológico Nasdaq Composite que se estreou na sessão de hoje a perder 0,32% para 5.015,949 pontos.

Os investidores norte-americanos centram já as suas atenções no encontro mensal de dois dias da Reserva Federal. Mantém-se a expectativa de que a autoridade monetária liderada por Janet Yellen acabe por não decretar ainda a primeira subida da taxa de juro directora desde 2006. A probabilidade de a Fed subir os juros ainda este mês é agora de apenas 6% e de 34% em Dezembro, segundo os analistas consultados pela Bloomberg.

 Esta semana será também marcada pela apresentação de resultados de cotadas que integram o S&P 500 como a Pfizer, a Ford ou a Apple. Isto depois de três importantes empresas tecnológicas deste índice terem registado fortes ganhos na última sexta-feira. A Microsoft, a empresa-mãe da Google e a Amazon negociaram em máximos históricos depois de terem apresentado resultados trimestrais, o que lhes permitiu em conjunto valorizar mais de 80 mil milhões de dólares somente naquela sessão.

 Entretanto, ainda esta segunda-feira será divulgado um relatório que deverá mostrar que a venda de casas novas terá caído em Setembro, segundo uma estimativa dos analistas consultados pela Bloomberg. Isto depois de a compra de casas novas ter atingido um máximo de sete anos em Agosto. 

Com destaque pela negativa segue o Citigroup que cai 1,55% para 52,81 dólares, acompanhado pela Pfizer que cede ligeiros 0,06% para 34,03 dólares e pela Apple que perder 3,01% para 115,49 dólares. 

Em sentido inverso, a Microsoft soma 0,57% para 53,17 dólares, a empresa-mãe da Google sobe 1,14% para 727,506 dólares e a Amazon cresce 0,43% para 601,58 dólares.


Compartilhe com os amigos: