Samsung obrigada a mudar funções em smartphones e tablets nos EUA

Samsung obrigada a mudar funções em smartphones e tablets nos EUA

21 setembro 2015, 16:10
News
0
93

A Apple ganhou um recurso em tribunal contra a Samsung que pode obrigar a tecnológica sul-coreana a fazer mudanças nos seus ‘smartphones'. Deslizar para desbloquear, detecção de dados e auto-correcção são as três funcionalidades existentes nos ‘smartphones' e ‘tablets' da Samsung que a Apple acusa de terem sido "roubadas".

Na quinta-feira passada, o Tribunal de Recursos do Circuito Federal de Washington, nos Estados Unidos, decretou que a Samsung não deveria ter usado algumas características e recursos já patenteados pela Apple nos seus dispositivos. Em2014, numa anterior decisão a Samsung Electronics tinha sido ordenada a pagar 120 milhões de dólares por infringir três patentes da Apple.

"A Apple não pretende ter o exclusivo da venda de medicamentos que salvam vidas, mas sim impedir a Samsung de lucrar com o uso não autorizado de funcionalidades nos seus telemóveis e ‘tablets'", sublinha a sentença do Tribunal de Recursos do Circuito Federal de Washington.

Segundo o júri a maior parte dos dispositivos da tecnológica sul-coreana violam as patentes de navegação como gestos de ‘scroll' e gestos de dois dedos e duplo toque para ‘zoom', que são da propriedade intelectual da Apple.

Katie Cotton, porta-voz da Apple, disse que "a Apple aplaude a decisão do tribunal em enviar uma mensagem bastante clara que roubar não é uma atitude correcta. Criamos produtos para satisfazer os nossos clientes, e não para os nossos concorrentes copiarem de forma flagrante".

Em comunicado a Samsung lamenta a decisão: "É uma perda para o consumidor norte-americano. Apenas irá levar a uma menor escolha, menor inovação, e potencialmente preços mais elevados. Esta não será a última palavra sobre este tema (sobre a defesa intelectual de patentes) ou em outras litigações a serem julgadas em tribunais por todo o mundo. Algumas das alegações da Apple foram mesmo rejeitadas noutros países".


Compartilhe com os amigos: