Alemanha é ‘financeiramente beneficiada’ com crise na Grécia

Alemanha é ‘financeiramente beneficiada’ com crise na Grécia

10 agosto 2015, 19:00
News
0
131

A Alemanha está se beneficiando financeiramente da crise da Grécia por causa da queda do pagamento de juros da dívida alemã, segundo o Instituto para a Pesquisa Econômica de Halle (IWH).

“O orçamento equilibrado na Alemanha se deve em grande parte à economia de juros por causa da crise de endividamento”, indicou a pesquisa do IWH publicada nesta segunda-feira.

A Alemanha alcançou de 2010 até agora economia para o orçamento nacional de 100 bilhões de euros (R$ 378 bilhões), valor que representa mais de 3% do Produto Interno Bruto (PIB) e que em parte está diretamente relacionada com a crise da Grécia.

Estas economias superam os custos da crise, mesmo se a Grécia não pagar sua dívida completamente, custo que para a Alemanha passaria dos 90 bilhões de euros.

“Por consequência a Alemanha se beneficiou da crise da Grécia”, disse o IWH.

“Quando os investidores se veem obrigados a enfrentar a uma crise, tentam investir seu dinheiro da forma mais segura possível. Durante a crise de endividamento europeu, a Alemanha se beneficiou de forma desproporcional deste efeito”, acrescentou o relatório do IWH.

As taxas de juros da dívida alemã caíram nos últimos anos cada vez que surgiam más notícias sobre a Grécia para os mercados financeiros e subiram quando havia boas notícias.

Por exemplo, as taxas de juros da dívida alemã diminuíram 30 pontos básicos quando em janeiro se tornou mais provável a vitória do Syriza nas eleições, ou quando o novo governo grego rejeitou as negociações com a Comissão Europeia (CE), o Banco Central Europeu (BCE) e o Fundo Monetário Internacional (FMI).

O mesmo aconteceu em junho quando o governo grego decidiu convocar um referendo para votar as reformas exigidas pelos credores.

Mas as taxas de juros da dívida alemã subiram quando Grécia mostrou disposição para negociar.

Compartilhe com os amigos: