Quando a tecnologia abre portas para novas escolas de investimento

Para adicionar comentários, por favor Faça o login ou registrar
Rogerio Figurelli
Moderador
58809
Rogerio Figurelli  

Acredito que existem várias lacunas entre a escola de análise técnica e a escola fundamentalista de investimento. Isso se deve ao fato de a escola técnica focar principalmente nos efeitos e a escola fundamentalista nas causas e valor intrínseco dos ativos. Mas o dilema está no fato de as duas escolas utilizarem fortemente fatos conhecidos do mercado para tomada de decisões, existindo pouca dedicação e análise de informações sobre o que está para acontecer ou, mais relevante ainda, a ser descoberto.

A questão que levanto é: que lacunas podem ser cada vez mais preenchidas pelas novas tecnologias de finanças quantitativas?

Por exemplo, até que ponto a negociação em alta frequência (HFT) utiliza uma ou outra escola?

Outro exemplo, que é uma linha que gosto muito, até que ponto as descobertas do futuro estão de alguma forma relacionadas com o histórico e informações do passado?

Talvez Steve Jobs tenha sido o maior investidor dos últimos tempos, acima dos gigantes Warren Buffett e George Soros, pois tinha a visão estratégica e o dom da descoberta do futuro, de ver antes o que estava no campo de visão de todos (e não há dúvidas sobre o retorno obtido a partir dessa visão). E Jobs sabia o que estava por acontecer e descobrir antes que outros gigantes como poucos, o que facilitava escrever o futuro, algo que provavelmente todos traders e investidores sonham um dia ter capacidade.

Bem, minha posição é que falta uma escola focada em visão estratégica, principalmente do futuro. E que a evolução da tecnologia quantitativa irá abrir cada vez mais as portas para essa escola, já que a velocidade de análise e processamento em tempo real pertence aos algoritmos e seus desenvolvedores e nós, humanos, temos uma inteligência para tomada de decisões em tempo real limitada e praticamente instintiva.

Nesse tópico gostaria de abrir espaço para discutir com a comunidade essas ideias, talvez no final a conclusão seja que as escolas atuais (técnica e fundamentalista) sejam suficientes, mas acredito que vale a pena ir a fundo nessa questão, principalmente com a rápida evolução tecnológica na área. 

Paulo Oliveira
Moderador
3013
Paulo Oliveira  

Verdadeiramente este tópico é muito interessante, eu acredito que uma nova realidade, ou revolução, ou uma nova escola como você afirma, está iniciando no mercado financeiro onde os traders que vão sobreviver no mercado serão aqueles capazes de construir seus próprios sistemas automatizados, citando como exemplo você, Figurelli, e o Malacarne.

Posso dizer que tenho sentido na pele esta situação, tenho idéias, mas não tenho o conhecimento e nem capital para investir nestes projetos, em consequência estou a milhas de distância daqueles que já tem esta habilidade.

Rogerio Figurelli
Moderador
58809
Rogerio Figurelli  
PauloBrasil:

Verdadeiramente este tópico é muito interessante, eu acredito que uma nova realidade, ou revolução, ou uma nova escola como você afirma, está iniciando no mercado financeiro onde os traders que vão sobreviver no mercado serão aqueles capazes de construir seus próprios sistemas automatizados, citando como exemplo você, Figurelli, e o Malacarne.

Posso dizer que tenho sentido na pele esta situação, tenho idéias, mas não tenho o conhecimento e nem capital para investir nestes projetos, em consequência estou a milhas de distância daqueles que já tem esta habilidade.

Paulo, perfeitamente, mas note que ninguém é bom em tudo, a força está em unir ideias e competências e acredito que a área de Serviços (Jobs) do site, que te vejo como cliente usual, seja um dos caminhos para quem não é especialista em programação, além das diversas tecnologias com código fonte aberto diariamente atualizadas por aqui e claro das ferramentas de criação automática de EAs do MT5 (Wizard).

Aliás, note que nas empresas isso acontece a todo momento, com a união de competências de marketing e TI para criação das melhores estratégias competitivas.

Rodrigo Malacarne
Moderador
8102
Rodrigo Malacarne  

Acho interessante o tópico, entretanto, não vejo as Finanças Quantitativas como uma nova escola de investimento. Eu a vejo mais como uma forma de execução de estratégias do que como uma escola de investimento em si... A verdade é que as Finanças Quantitativas ainda são intimamente ligadas à Análise Técnica, eu diria, até de certa forma, dependente dessa última...

Quanto à Steve Jobs ter sido o maior investidor dos últimos tempos por ter "visão de futuro", também não concordo muito, pois se formos considerar pessoas com visão de futuro "investidoras" deveríamos colocar nessa lista também Leonardo Da Vinci, Bill Gates, etc. etc. etc. e várias outros nomes de personalidades (de qualquer área!!!) que tiveram visão à frente de seu tempo...

Com relação à necessidade de se ter uma "visão estratégica", concordo plenamente contigo... acho que o que pode tornar um EA mais "inteligente" é a incorporação de ferramentas de interpretação e análise da realidade, assim como já discutido no tópico criado por você.

Rogerio Figurelli
Moderador
58809
Rogerio Figurelli  
Malacarne:

Acho interessante o tópico, entretanto, não vejo as Finanças Quantitativas como uma nova escola de investimento. Eu a vejo mais como uma forma de execução de estratégias do que como uma escola de investimento em si... A verdade é que as Finanças Quantitativas ainda são intimamente ligadas à Análise Técnica, eu diria, até de certa forma, dependente dessa última...

Malacarne, perfeitamente, mas note que não estou dizendo que finanças quantitativas são uma nova escola de investimento, mas que as novas aplicações da tecnologia na área abrem portas para a criação de novas escolas.

Também não falo apenas em sonhos e visão sem aplicação prática, mas sim em colocar no mercado as ideias para obter resultados, como o valor de mercado atingido pela Apple (como na notícia  http://veja.abril.com.br/noticia/economia/apple-se-torna-empresa-com-maior-valor-de-mercado-da-historia).

Concordo com você, por essa minha lógica, sem dúvida Bill Gates seria um outro belo exemplo, pois teve a visão do ativo licença de software, e como ganhar dinheiro com isso, quando todos imaginavam que software seria apenas mais um acessório do hardware, assim como tantos outros grandes empresários da história.

Mas esses exemplos para mim servem apenas como inspiração para o valor da visão estratégia, e de ideias para tentar modelar essa visão em algoritmos inteligentes. 

Apple é a empresa com maior valor de mercado da história
Apple é a empresa com maior valor de mercado da história
  • veja.abril.com.br
Apple se torna empresa com maior valor de mercado da história
Thiago Ferreira
2233
Thiago Ferreira  

Eu vejo que o MQL5 Wizard ainda esta no início, mas já um pequeno avanço para melhoras. Quando estiver melhor para pessoas sem conhecimento nenhum de programação conseguir construir EAs customizados, com indicadores personalizados, etc. como por exemplo os construtores de EAs com códigos já prontos, como por exemplo o Visual JForex, fxDreema, etc. ai sim poderá ser uma excelente forma de construir EAs de uma maneira pratica e simples.

Tenho conversado com o PauloBrasil, e ele tem me dado uma ideia de construir um fórum, e estarei fazendo isso por estes dias para quem tiver interesse em conhecer e até construir os EAs de forma mais simples e prática.  Estão todos convidados para conhecer. Espero que seja construtivo para todos, não só para nós iniciantes ou sem nenhum conhecimento de programação, como para um profissional que queira agilizar a velocidade de construção, se é que eu imagino que possa ter esta utilidade para os experts. Quem quiser mais informação referente como construir um EA com um Construtor, por favor entre em contato comigo nas mensagens privadas.

Lembrando que também penso e aprender programação, principalmente para o mercado financeiro, mas estes geradores e programas nos permite construir um EA do zero, permitindo construir primeiro o EA para ir aprendendo a programar aos poucos, caso eu queira.

De início é um fórum gratuito e primeiro fórum que faço e administro. Sejam todos bem vindos! Espero que facilite o aprendizado a todos.

Rodrigo Malacarne
Moderador
8102
Rodrigo Malacarne  
figurelli:

Malacarne, perfeitamente, mas note que não estou dizendo que finanças quantitativas são uma nova escola de investimento, mas que as novas aplicações da tecnologia na área abrem portas para a criação de novas escolas.

Também não falo apenas em sonhos e visão sem aplicação prática, mas sim em colocar no mercado as ideias para obter resultados, como o valor de mercado atingido pela Apple (como na notícia  http://veja.abril.com.br/noticia/economia/apple-se-torna-empresa-com-maior-valor-de-mercado-da-historia).

Concordo com você, por essa minha lógica, sem dúvida Bill Gates seria um outro belo exemplo, pois teve a visão do ativo licença de software, e como ganhar dinheiro com isso, quando todos imaginavam que software seria apenas mais um acessório do hardware, assim como tantos outros grandes empresários da história.

Mas esses exemplos para mim servem apenas como inspiração para o valor da visão estratégia, e de ideias para tentar modelar essa visão em algoritmos inteligentes. 

Só para constar, a Apple se tornou em 2012 a maior empresa de capital aberto da história... Já tem algumas décadas que a maior empresa do mundo é a Aramco, empresa de petróleo da família real da Arábia Saudita, com valor de mercado estimado (pois tem capital fechado) em mais de 2 trilhões de dólares (portanto, cerca de 4 vezes maior que a Apple)...

Com relação à possibilidade de se criar uma nova escola de investimento, creio que nós fazemos parte dessa vanguarda! :-) 

Rogerio Figurelli
Moderador
58809
Rogerio Figurelli  
tcferreira:

Eu vejo que o MQL5 Wizard ainda esta no início, mas já um pequeno avanço para melhoras. Quando estiver melhor para pessoas sem conhecimento nenhum de programação conseguir construir EAs customizados, com indicadores personalizados, etc. como por exemplo os construtores de EAs com códigos já prontos, como por exemplo o Visual JForex, fxDreema, etc. ai sim poderá ser uma excelente forma de construir EAs de uma maneira pratica e simples.

Tenho conversado com o PauloBrasil, e ele tem me dado uma ideia de construir um fórum, e estarei fazendo isso por estes dias para quem tiver interesse em conhecer e até construir os EAs de forma mais simples e prática.  Estão todos convidados para conhecer. Espero que seja construtivo para todos, não só para nós iniciantes ou sem nenhum conhecimento de programação, como para um profissional que queira agilizar a velocidade de construção, se é que eu imagino que possa ter esta utilidade para os experts. Quem quiser mais informação referente como construir um EA com um Construtor, por favor entre em contato comigo nas mensagens privadas.

Lembrando que também penso e aprender programação, principalmente para o mercado financeiro, mas estes geradores e programas nos permite construir um EA do zero, permitindo construir primeiro o EA para ir aprendendo a programar aos poucos, caso eu queira.

De início é um fórum gratuito e primeiro fórum que faço e administro. Sejam todos bem vindos! Espero que facilite o aprendizado a todos.

Ótimo Thiago, como comentei para o Paulo o universo de soluções sem conhecimentos de programação no MT5 é muito grande, acredito que o mais relevante sejam mesmo as boas ideias.
Rafael Antonio
404
Rafael Antonio  

Gostei do tópico aberto. Bem, se a ideia for tentar fazer um casamento entre análise técnica e fundamentalista, teoricamente falando eu acredito que esse casamento vai dar em divórcio logo logo, embora muita gente use uma mistura dos dois para a tomada de decisões, penso que juntar os dois mundos não faz muito sentido, pois a análise técnica, como o próprio nome já diz, é um lado mais "racional" do mercado, se respeita apenas formações dos preços, formações de figuras, enfim, tudo o que seja relacionado à gráficos, e análise fundamentalista envolve notícias, sentimentos, reações dos investidores a um evento qualquer. 

Particularmente, eu preferi trilhar o caminho da análise técnica, pois se já na análise técnica é muito difícil e incerto determinar movimentações futuras do preço, imagine na fundamentalista, onde trabalhamos com emoções de milhoes de pessoas ao mesmo tempo...

 Eu concordo com o figurelli, que é preciso um terceiro, quarto, quinto, infinitos outros modos de se analisar o mercado, ou como ele falou, novas escolas, isso é muito bem vindo.

Novas perspectivas para observação do mercado são importantes para se ENTENDER o mercado, e refinar ainda mais nossas análises. Ganhar dinheiro é outra coisa. Talvez alguém discorde, mas o que eu acredito é que o que vai definir o quanto você vai perder ou ganhar no mercado é, em primeiro lugar, VOCÊ MESMO, através da sua mente, depois vem os conhecimentos adquiridos ao longo do tempo. Não adianta saber todas as teorias economicas, ter premio nobel em economia, trabalhar nos maiores bancos do mundo, se você não estiver (mentalmente falando) preparado para encarar o mercado como ele é.

Então é isso cavalheiros :)

Grato 

Rogerio Figurelli
Moderador
58809
Rogerio Figurelli  
rafaeltoscano:

Não adianta saber todas as teorias economicas, ter premio nobel em economia, trabalhar nos maiores bancos do mundo, se você não estiver (mentalmente falando) preparado para encarar o mercado como ele é. 

Rafael, concordo plenamente com essa tua frase, na verdade estamos todos sempre a um trade de voltar à humildade!
Rogerio Figurelli
Moderador
58809
Rogerio Figurelli  

Como o Rafael comentou, muita gente usa uma mistura de escolas, que eu chamaria de uma escola híbrida. Mas o que me chama a atenção é que existem realmente traders bem sucedidos utilizando análise pura de uma escola ou outra. Ou seja, eles são extremamente focados nas informações de sua escola. É o caso do analista técnico que se posiciona indiferente às piores notícias que estão acontecendo no momento, confiando nos efeitos delas nos gráficos. E é o caso do analista fundamentalista, que decide por uma compra/venda quando todos indicadores técnicos apontavam para uma indefinição.

A pergunta que não quer calar é: até que ponto os, digamos assim, "puristas" em suas escolas, são realmente bem sucedidos por competência ou sorte? E mais, caso seja realmente o caso de competência, até quando se pode confiar que essas escolas irão realmente se manter lucrativas, como comentou o Paulo. Talvez por essas dúvidas, muitos partiram para uma solução híbrida. 

Alguns gestores, por exemplo, utilizam e decidem apenas quando suas equipes apontam para tendências equivalentes, unindo a análise técnica e fundamentalista. Mas se fazemos isso, não seria mais coerente então buscar novas escolas que vão ao encontro das lacunas das escolas atuais?

Talvez um bom ponto de início, se vocês concordam, é estudarmos aqui a fundo quais seriam essas lacunas, ou seja, em que pontos as escolas atuais são falhas, porque ai nesse caso nem uma solução híbrida pode endereçar e é o espaço onde podemos analisar o impacto do estado da arte em tecnologia na área.

Então, para provocar algo nesse sentido, eu pergunto: que pontos fracos vocês conseguem ver nas escolas atuais que nenhuma delas consegue de fato atender, mesmo com a adoção das melhores tecnologias e das melhores equipes de análises financeiras e econômicas?

12
Para adicionar comentários, por favor Faça o login ou registrar