Discussão do artigo "Guia Prático MQL5 - Programando os Canais Móveis"

Para adicionar comentários, por favor Faça o login ou registrar
MetaQuotes Software Corp.
Moderador
201408
MetaQuotes Software Corp.  

Novo artigo Guia Prático MQL5 - Programando os Canais Móveis foi publicado:

Este artigo apresenta um método de programação de um sistema de canais equidistantes. Alguns detalhes da construção de tais canais estarão sendo considerados aqui. É fornecido a tipificação do canal, propondo um método de canais móveis do tipo universal. Para implementar o código, foi utilizado a Programação Orientada a Objetos (POO).

Sabe-se que o canal é construído a partir de três pontos, e cada um deles possuem uma coordenada de preço e hora. Para começar, vamos prestar atenção às coordenadas de tempo, já que a sua sequência influência no tipo de canal. Como exemplo, nós vamos utilizar um canal cuja linha principal é construída a partir de dois mínimos locais. O terceiro ponto será responsável pelo máximo local. A posição dos pontos pode servir como critério para a tipificação do canal.

O primeiro tipo refere-se a um caso em que o mínimo aparece primeiro, seguido pelo máximo e o mínimo novamente. É apresentada uma visão esquemática desta situação na Fig.1.

Fig.1 Primeiro tipo de conjunto de pontos, esquema

Fig.1 Primeiro tipo de conjunto de pontos, esquema

Geralmente, são utilizados os pontos dos fractais para desenhar as linhas de tendência do canal. Desta maneira, um ponto é, simultaneamente, um fractal e uma base para desenhar uma linha reta.

Agora, tentaremos resumir e codificar os pontos dos fractais utilizando a POO.

2.1 Classe do ponto fractal

A característica desta classe envolve estar no comando do ponto que está entre os pontos utilizados para a construção do canal equidistante. Nós vamos nomear a classe indicada como CFractalPoint, e como boa prática da programação MQL5, vamos ligá-la a classe de interface CObject como uma relação de herança.

A classe possui 4 membros para a transferência de dados:

  1. m_date — a coordenada de tempo do ponto no gráfico;
  2. m_Value — a coordenada de preço do ponto no gráfico;
  3. m_extreme_type –  tipo de extremo;
  4. m_idx – índice.

Autor: Dennis Kirichenko

Para adicionar comentários, por favor Faça o login ou registrar